"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

24.10.13

Das vontades...

Vontade de abrir a porta e dar de cara com o olhar certeiro e maroto de quem congela minhas ações.
 E no mesmo instante desfazer minhas malas como quem quer ficar para sempre no mesmo canto, no mesmo quarto sentindo o cheiro nas cobertas.
Não posso negar o desejo imenso de desabitar o silêncio para ouvir uma voz me chamando de um nome charmoso qualquer.
 

Nenhum comentário: