"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

24.10.13

Liberdade

Só busco uma liberdade com horizontes lúcidos. 
Sou casa larga. Caco de sonho. Grito contínuo. Acorde sem partitura, mas sempre música. 
Sou livre do cotidiano. Confusão de palavras. 
Aprendiz da verdade, mas sem a secura das obrigações. 
Esforço-me para fazer uso do que me traz deslumbramento. 
Deliro, eu sei.
 Mesmo assim continuo, porque só assim devolvo ao mundo o que me liberta.

Nenhum comentário: