"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

29.4.13

Não cabe em mim
esse desagrado pela vida.
O que me transborda nos olhos
e o que carrego em minhas mãos, é puro fluxo de vida.
Busco mesmo é o inusitado que,
às vezes, descubro escondido bem debaixo do meu nariz. 
 

3 comentários:

Nádia Santos disse...

É verdade Michelly, por isso devemos está atentas, pois coisas deliciosas e surpreendentes podem estar bem pertinho de nós. Bjus linda!

=> Gritos da alma
=> Meus contos
=> Só quadras

Sandra Botelho disse...

O misterio é que atiça a vida, inflama os sentidos...Bjos achocolatados

~^~ Lena Lopez ~^~ disse...

O maior de todos os defeitos do ser humano, é buscar pelas coisas fáceis e que estão ao alcance dos olhos. Servir-se do inusitado para buscar a intensidade no viver, é necessário ter sensibilidade. Poucos a usam, mas todos a tem!
BJOS
Lena