"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

23.4.13

Agora, chega de ludibriar o coração, pois quando considerei tudo fácil, tudo trivial, veio à vida e na sua melhor das intenções, apontou o dedo prá mim com outra proposta, diferente das exageradas doçuras que pensávamos.
Passei a entender o óbvio. Entendi que a vida é mãe, pai, irmão, mas é também madrasta e que as coisas acontecem no imprevisível. Viver não é somente horizontal. Viver é curvas, círculos, tropeços e não adianta esperar a felicidade gratuita.
A escalada é a felicidade, que tem dois lados, tal como a moeda.
E bonito é o caminho das flores, mas eu só me dei por vitoriosa quando eu atravessei pântanos.
É a vida facetada em pronomes, plurais e singulares, objetiva e subjetiva e que tem como extrato de tudo, a tal felicidade. Encontre-a, se for capaz.

Um comentário:

• Eva Correia disse...

.. É muito bom viver, sem vergonha.. remorso... duvida de absolutamente nada, claro que a gente aprende a viver, vivendo'
E quando eu me deparo com uma das muitas frases que voce escolhe, certamente eu sei o que é viver "olhando para essas sensações ímpares" que so tem aqui!

#Recomendo!

Beijos Linda Flor do meu Jardim