"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

21.6.12

É assim

(...)
Primeiro rascunho.
 Às vezes desisto, me apago e, mesmo sobre a sombra de traços e riscos antigos, me faço nova outra vez. 
Por fim me reviso, pra então me publicar.
Para me conhecer, me leia com os olhos. Para me entender, me leia com a alma.
 Mas para me ter, por poucos ou eternos momentos, baby, a leitura deve ser em braile. Sob toques leves, seguros e, se o destino asssim quiser, certeiros.

Um comentário:

Pat_St disse...

Que delícia a primeira imagem!
Imagina a inspiração que podemos sentir num estado desses?
Adorei!
Um achado.

Beijinhos.