"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

29.12.13

Sou dos planos sem motivos. Sou de tudo e às vezes do nada.
Da razão por obrigação. Da reza por devoção.
Da fé por oração. Sou do que valeu a pena.
De momentos eternos. Das lembranças.
Sou sem vergonha de ser...
Eu sou porque sei lá, Deus decidiu que eu fosse assim.

Nenhum comentário: