"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

25.6.13

Tenho boas intenções que nunca consegui levar adiante, portanto não me julgue. 
Não repare tanto nos meus atos.
 Não vigie as minhas promessas. 
Não leve a sério minhas loucuras inofensivas. 
Não engesse minhas teses. Se for preciso, abandone-me, mas não procure motivos, 
pois encontrará boas razões para me condenar.

2 comentários:

Paulo Tamburro. disse...

Adorei, realmente este texto MIIH.

E quanta sensualidade, neste seu blog.

Nossa!!!

Parabéns e que tal fazer uma visitinha lá no meu "FALANDO SÉRIO"?

Um abração carioca.

Lucy Mara Mansanaris disse...

Boa tarde Miih. São muito sábias as suas considerações... Que toda a tua energia se plasme em luz, e que o máximo de pessoas possam senti-la... Um abraço amigo, Lu.