"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

1.6.13

Quem nunca...?

Quem nunca teve medo?
Quem nunca ficou assustado?
Mesmo quando não era nada...
e nada era sempre o mais assustador.
 
(o nada é apavorante)
 

2 comentários:

Nádia Santos disse...

Verdadeira suas palavras. Bjus

=> Gritos da alma
=> Meus contos
=> Só quadras

Sophysticada disse...

Oh Kerida...

Tem dias exatamente assim,

Bjoooo