"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

6.4.13

Eu o carrego no meu coração. Nunca estou sem ele
(...) Eis o segredo que ninguém sabe: aqui está a raiz da raiz;
 O broto do broto;
E o céu do céu, de uma árvore chamada VIDA, que cresce mais do que a alma pode esperar, ou a mente pode esconder;
E esse é o prodígio,
Que mantém as estrelas à distância;
Carrego seu coração comigo,
Eu o carrego no meu coração.