"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

3.3.13

A boca,
onde o fogo
de um verão
muito antigo
cintila.
O que pode uma boca
esperar
senão outra boca?


2 comentários:

Sophysticada disse...

Kerida,

Q saudades do seu cantinho xeretando tudinho, rs

bjooooo

Paulo_Sotter disse...

Uma boca e outra boca. Nenhuma palavra. Só a completude deste momento. Abraço!