"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

18.1.13

Desconheço o medo que paralisa.
Me nego a acreditar em meias verdades.
Me fascina a sensação do risco.
Enlouqueço para encontrar a paz.
É tudo sempre além.
E além, por ser imensurável, não deixa dúvidas, nem verdades prontas.
Desconheço o medo que paralisa.
Peito aberto.
Dedos entrelaçados.
Tirar o fôlego.
Dois corpos. Um espaço.
Incondicional é sentimento insano.
E insano seria correr e dizer não.
 

Nenhum comentário: