"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

17.2.15

De uma história que se foi. 
De uma história que eu fui. De um passado com cheiro e sons. 
De quando eu sofria por outras coisas. 
De um bailado a dois. 
De tanto querer. De um sono acompanhado. De ontem, de amanhã. De afeto. De tanto. De sem. De medo. 
De agora. De não saber. Do medo de não saber. Da surpresa. Da boa e da ruim. De um gosto de café. Da boca seca. De fotos recentes que se tornaram antigas. De um medo que se foi sem susto. Do medo novo. De um sorriso novo. 
Do que eu pensava que seria difícil. 
Do que eu pensava que era impossível. Do que eu não pensava. 
Da força. Da fé. Da chama.
 De mim mesma. Era uma vez eu...  
'Feliz e sempre'

Um comentário:

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde Miih.. sua linda..
como estás por ai.. tudo tri bem..
as histórias vão sendo feitas e as mesmas nunca tem fim.. é sempre uma continuação de outras vidas e destas que vão sendo finalizadas..
o feliz sempre.. o até sempre.. é isso que nos leva adiante.. beijos meus e até sempre