"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

12.11.14

Dos medos

O problema é que a gente tem medo de se entregar. 
Tem medo de admitir que acredita em finais felizes. Tem medo de dizer em voz alta que sonha com um amor de tirar o folêgo. 
Não gostamos de parecer frágeis aos olhos de estranhos, afinal, os frágeis se quebram com mais facilidade. São presas dóceis, fracas, inocentes, á mercê da destruição. 
E então vestimos armaduras pesadas, e insistimos em fugir das flechas que o misterioso cupido atira.


3 comentários:

Jane disse...

Boa tarde Miih!
Passando para deixar beijos e desejando que esteja tudo bem com vc.
Saudades das suas postagens.
Que vc tenha uma excelente semana.
Beijossss

ღ Miih...ღ disse...

Oie Jane, sua linda.

obrigada pelo carinho, ando meio ausente mesmo, mas ta tudo bem sim.
so correria mesmo de final de ano...rs

Qd as coisas acalmarem um pouquinho, volto a postar novamente.

beijos meus e uma linda semana

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde querida Miih..
como esta tu querida amiga.. espero que tri bem..
o entregar-se sempre parece fácil.. mas machuca pq parece tão artificial nos dias de hj... e por vezes levantamos sim um escudo e nos escondemos atrás dele para ng nos ver.. o tempo passa. leva a vida e nos deixa com nós mesmo.. não é ruim.. mas tb estar com um amor superficial menos ainda né.. beijos e até sempre