"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

23.7.13

A menina, tornou-se mulher.

Então aceitou a felicidade como ela é: imperfeita.
Passou a aproveitar o que a vida lhe oferecia de bom
sem esperar que fosse para sempre.
Certa de que algumas vezes as coisas se atrapalham
e as pessoas decepcionam,
aprendeu a ter fé e paciência para esperar passar.
Demorou algum tempo para crescer por dentro,
mas agora que aconteceu é um alívio.
É uma trégua nessa guerra que no final é uma busca pela paz.
Se isto é envelhecer, ela já está pronta.
A menina, finalmente, tornou-se mulher.

2 comentários:

• Eva Correia disse...

.. Tornar-se é permitir-se. Encantada com suas palavras, nesta madrugada o friozinho de querer estar aninhada, e nesta manhã o sol com seus raios alegrando o dia!!

Linda Mìíh, deixo carinhos aqui neste lugar !!

ღ Miih...ღ disse...

Saudade de te ler amiga.

Ta na hora de vc fazer outro blog hein?! E nos proporcionar deliciosas leituras com teus escritos?

Beijos meus sempre um prazer tê-la por aqui.

Lindo fim de semana p ti lorah linda