"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

7.5.13

Não tenho medo

Mesmo que o castelo venha a ruir sou a favor das "destruições" para que se construa algo melhor. 
Se o encanto acabar, prossigo, buscando outras maneiras de me encantar. 
Não tenho medo.

2 comentários:

Nádia Santos disse...

Encontrei-me em cada verso... Bjus

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Michelly. Conhecendo hoje o seu blog, passeando e lendo o que sai de ti com muito prazer!
Muito bom não ter o medo das mudanças, de se aventurar, de construir algo novo com aroma saudável.
Infelizmente, nem sempre conseguimos!
Já estou por aqui!
Beijos na alma e parabéns pelo blog!