"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

12.3.13

Nunca fui um anjo de bondade, mas sei o endereço que minha alma realmente procura. Simplicidade, minha gente, quero encontrar nela minha arma e meu selo de maturidade diante da fé desacreditada.
 E acredito piamente em cada passo que se distancia da nebulosidade que aflige os olhos.
Não preciso ser boa o bastante pra ganhar o mundo, 
mas preciso ser humana além dos limites pra alcançar outras esperanças.

Um comentário:

Sophysticada disse...

Lindo!

Adorei minha kerida,

Bjk@s