"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

21.11.12

Amor

O amor é uma espécie de preconceito.
A gente ama o que precisa, ama o que faz sentir bem, ama o que é conveniente.
Como pode dizer que ama uma pessoa, quando há dez mil outras no mundo que você amaria se conhecesse? Mas a gente nunca conhece

Um comentário:

~^~ Lena Lopez ~^~ disse...

é que na verdade, o amor precisa ser descoberto.
É como uma cortina na janela, quando as abrimos, podemos encontrar muitas belezas!
BJOS
Lena