"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

30.7.12

Ele, o amor

O amor é tão mais fatal do que eu havia pensado, o amor é tão mais inerente quanto a própria carência,
e nós somos garantidos por uma necessidade que se renovará continuamente.
O amor já está, está sempre.
Falta apenas o golpe da graça que se chama paixão.

2 comentários:

You and Me disse...

O amor é de todas as paixões a mais forte, pois ataca simultaneamente a cabeça, o coração e os sentidos. Impossível viver sem os dois, eles ali, um do ladinho do outro. Às vezes bem dói, mas tbm traz muita felicidade!!!
Beijos Mìíh querdia.
Obrigado pelo carinho de sempre ^^

• Eva Correia disse...

.. Ah! O que falar do amor, apenas seguir a regra de não limita-lo, apenas vive-lo, senti-lo e expressa-lo. Como tu fizeste "FLOR" de Mìíh!

Beijos Meus.