"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

23.4.12

Não mais

Vou inventar um amor pra mim
E esperar até ele aparecer na minha frente
Grande, belo, simples e verdadeiro
Não vou ceder a menos do que mereço
Não vou acreditar em meias verdades, em meias vontades
Em pseudoapaixonamentos

Não mais

Nenhum comentário: