"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

11.11.11

"Tenho tentado aprender a ser humilde. 
A engolir os nãos que a vida me enfia pela goela a baixo.
A lamber o chão dos palácios. 
A me sentir desprezado-como-um-cão, e tudo bem, acordar, escovar os dentes,
tomar um café e
continuar."

Um comentário:

Eroticamente (In) Correto disse...

Vida a fora, existe uma cota diária de sapos à engolir. Mas tenha em mente que não precisa digerí-los. A subserviência em demasia contamina a alma,...



Beijo do IN_