"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

3.3.14

De tudo o que ficou,
guardo um retrato teu e a saudade  mais bonita...


2 comentários:

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde Miih.. guardamos muitas coisas em nós.. o que não podemos e viver só em função do que já não é mais pq isso nos rouba vitalidade que poderia ser dada a outras areas da nossa vida.. saudades até o momento tenho apenas da minha infância, pescar e subir em árvores.. o coisa boa..
muito grato pela tua visita.. beijos e fique sempre bem
até sempre

Gugu Keller disse...

Não raro o que passa mais depressa é o que mais fica.
GK