"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

18.2.14

Tenho lá minhas melancolias,  minhas músicas bregas, meus choros inexplicáveis,  meu humor que anda de gangorra, meus momentos de surtos e solidão. 
Porque sou humana. E isso explica tudo.


3 comentários:

Gugu Keller disse...

Somente a rendição vence o que é mais forte.
GK

ღ Miih...ღ disse...

Concordo contigo.

:)

Marco Rocca disse...

Belo poema com excelente reflexão!