"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

21.9.13

Voltando...

 Hoje eu senti muito amor pelas coisas, pelas pessoas. 
E senti saudades sem apegos, eu estava inteira no meu dia. 
Percebi que sofro, quando me doo em fragmentos, desalinhada, em conta-gotas. 
Quando não existe entrega no que faço, uma parte de mim fica em algum lugar desconhecido e eu perco muito tempo em busca dessa parte. 
Quando eu me desconecto da fé e da confiança na vida, eu sinto medo de existir. 
Por isso, quando sofro, eu me investigo. 
 

Nenhum comentário: