"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

7.2.13

Era fogo. Era febre. Era frio. Era fome. Era saciedade. 
Era o que diziam todas as suas letras, era o que não cabia em palavra alguma.
Era o instinto pulsando em suas veias. Era o controle fugindo dos seus dedos. Era a vida mostrando que por ser vida reservava surpresas feitas mesmo para desequilibrar.
 

Nenhum comentário: