"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

27.12.12

Esse amor

Eu te amo e isso abrange tanta história, que eu fico repetido mesmo longe de você. 
Forma eco, a saudade sai batendo em todas as montanhas, voando até o céu e sendo levada pelo mar. Enquanto eu filosofo, você liga e diz que não para de pensar em mim e que ligou pra dizer que me ama.
 Essa distância nunca nos separa, mas é preciso entender o que é falado entre as linhas desse monte de amor. Esse amor que me invade e fim. 
 

Um comentário:

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Vengo del blog de O livro dos dias de Everson Russo y me ha encantado tu Rincón; por lo cual, si no te importa, me gustaría ser seguidor de tan bello Espacio, como el tuyo.
¡¡¡Próspero Año 2013, en compañía de todos tus familiares y amigos!!!
Un abrazo.