"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

27.9.12

Silêncio razão, que agora eu só quero sentir

É hora de recomeçar, Dona Moça. De se encontrar dentro. De amaciar aquilo que eu ainda não consegui administrar fora. Pausa. Eu quero me ouvir. Silêncio razão, que agora eu só quero sentir.

Nenhum comentário: