"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

18.6.12

"Poucos ainda sorriem e olham nos olhos (...)
 Os olhos buscam signos, avisos, o coração resiste (até quando?) e o rosto se banha de estrelas dormidas de ontem..."

Um comentário:

• Eva Correia disse...

... Poucos são verdadeiros pra sentir, e fazer sentir!!
É essa a verdade, é isso que nos procuramos e muitas vezes não encontramos. Mas nunca deixei de acreditar... ;D

Mìíh!
Com todos os sentidos encontraremos o que ansiamos!!
Não sei se tu já encontrou, eu me faço perceber a cada dia... rs

Beijos