"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

25.4.12

E não te encontro
Chamo-te e não me ouves

Preciso-te e tu não sabes...
Fui eu que fugi
Corri para longe, afastei-me do nosso caminho
E agora sinto tanto a tua falta
Mas, também sei que foi o melhor
E que um dia tudo passará
Que somente recordações tuas
Me farão rir, de tantas coisas lindas que vivemos.
Sinto a tua falta
Sinto sede
Sinto frio
Sinto-me sozinha...
Mas, não posso me queixar
Eu escolhi
Eu decidi
Eu perdi.

Nenhum comentário: