"De leve...inocente...determinado...despercebido...distraído. E outra vez os arrepios...outra vez as sensações..."

15.2.12

Sou quase normal, semi legal. Mas nunca desejei o mal. 
Não consigo odiar. Mesmo. E olha que já tive motivos para odiar algumas pessoas. Não odeio. Sinto raiva, sim. 
Então eu grito, brigo, xingo (a pessoa ou o vento). Depois passa. 
Depois vira poeira, vira nada. Tem coisa que sacode a gente que nem vento forte. 
Depois vai embora e deixa uma leve bagunça. 
A gente ajeita e fica tudo bem.

Nenhum comentário: